Recife, Sede da Empreender Dinheiro

Eu tenho certeza que algumas pessoas próximas estavam torcendo para que isto não acontecesse. Algumas pessoas, no íntimo, estavam torcendo para que a abertura das inscrições para o Programa Contragolpe Financeiro© fosse um fracasso.

Isso não é complexo ou qualquer coisa similar. 
É atenção ao que acontece ao meu redor.

“Na esfera do poder, você deve aprender a julgar seus movimentos por seus efeitos a longo prazo sobre outras pessoas”, diz a nona lei do Poder na obra 48 Leis do Poder.

A dificuldade está em manter a racionalidade quando outras pessoas pressionam e testam sua inteligência emocional. A vontade de discutir, rebater e atacar, sobretudo quando você tem convicção que está certo, é enorme. Porém, isto pouco ajuda.

Lição de hoje – vença por suas atitudes, não discuta

Quando alguém confronta seus ideias, existem duas formas de reagir.

A primeira, aceitar o confronto. Normalmente é o que temos vontade de fazer, porém trata-se de uma estratégia pouco eficiente.

Um trecho retirado do livro (mencionado acima) explica bem a origem da ineficiência:

Qualquer triunfo momentâneo que tenha alcançado discutindo é na verdade uma vitória de Pirro: o ressentimento e a má vontade que você desperta são mais fortes e permanentes do que qualquer mudança momentânea de opinião.

É muito mais eficaz fazer os outros concordarem com você por suas atitudes sem dizer uma palavra. 
Demonstre, não explique.

Crescer é o mesmo que conviver com o desconforto. O desconforto incomoda a você e a terceiros. Inclusive, parte deste desconforto é enfrentar conflitos com partes relacionadas à sua trajetória profissional.

A verdade é que nenhum de nós costuma tomar decisões sábias quando estamos de cabeça quente. Palavras não custam nada e por isso as usamos como queremos. No calor de uma discussão, falamos qualquer coisa para defender nossa causa e os nossos pontos de vista. Mencionamos estatísticas que sequer existem, etc...

Quem se convence com isso? Difícil.

As atitudes, por outro lado, são incontestáveis. 
Estão diante dos nossos olhos.

Voltando ao tema da série, quem busca Poder precisa saber que discutir não é inteligente na maioria das vezes. Veja o exemplo de um dos mais famosos arquitetos da história da Inglaterra, o Sr. Christopher Wren.

Em 1688 Wren projetou um tremendo edifício para a cidade de Westminster. O prefeito, entretanto, não se sentiu seguro no primeiro andar, achava que o segundo andar poderia desabar. Exigiu que Wren pusesse mais duas colunas de pedra como apoio extra.

Wren que era também excelente engenheiro, sabia que estas colunas não serviriam de nada e que os temores do prefeito não tinham fundamento. Ainda assim, as construiu.

Anos depois, operários que faziam manutenção no prédio descobriram que as colunas terminavam antes do teto.

Você e eu sabemos que na vida real é difícil fugir de discussões das quais nos sentimos injustiçados. As vezes é quase impossível.

Contudo, ao exemplo do Sr. Wren, pode valer a pena. O bom relacionamento com o prefeito foi bastante positivo para sua carreira.

Quando uma discussão emergir, lembre-se que a melhor forma de vencer é com provas sólidas.

Como me disse várias vezes meu pai, Sr. Ivan Lemos, “contra resultados não há argumentos”. Provas não são escutadas, são vistas.

Hoje finalizo com o Sr. Baltasár Gracián: 
“a verdade é geralmente vista, raramente ouvida”.

Sigo torcendo por você e pelo seu sucesso. 
Conte comigo.

Forte Abraço,
Arthur Lemos

__________

Você quer receber a Carta do Fundador diretamente em seu e-mail?

Clique AQUI e inscreva-se!