Em reunião esta semana, a Carolina me disse que finalmente havia conseguido conquistar um cliente. O curioso: por mérito de sua abordagem pouco convencional, mesmo estando atrasada para o compromisso.

Quando recebida pela gestora da empresa, ela fez um comentário inesperado:
- Carol, seja bem-vinda! Bom que chegou... Imagino que se atrasou com o trânsito, com toda essa chuva, tudo para. É terrível!

Resposta padrão: Pois é, me desculpe, mas realmente estava uma loucura. De qualquer forma, o importante é que estamos aqui. Obrigada por me receber.

Resposta da Carol:
- Não, não foi a chuva. Eu dormi mais, perdi a hora. Me desculpe a sinceridade, mas decidi ser mais sincera em minhas relações pessoais e profissionais.

Tudo mudou dali pra frente, segundo a Carol. 
Eu acredito, e explico o porquê.

"Se eu pudesse resumir meus melhores conselhos em um só, diria – faça diferente", disse Jorginho Peixoto em um dos nossos eventos de Empreendedorismo, o Happy Hour da ED.

Aplicar o que chamamos de contraste, funciona muito bem pois o contraste (fazer diferente) atrai a atenção das pessoas. 

Se a Carol deveria ter respondido daquela forma ou não, pouco importa. Concentre naquilo que é importante aqui: aquela resposta foi totalmente diferente das respostas padrão, esperadas por nós. Isso traz atenção.

Lição do dia: Sem atenção, pouco se faz. Sem atenção, não há vendas. Sem atenção, não há relacionamentos. Logo, o contraste pode ser uma grande arma em sua caixa de ferramentas.

O problema é que poucas pessoas a usam com frequência.

Afirmo isto como um entusiasta do Contraste. Afinal de contas, não são todos os planejadores financeiros que se vestem de mágico, palhaço ou estouram porcos de barro com uma marreta em meio a apresentações públicas.

Evidente que pra fazer diferente é preciso ter ousadia e contexto. Claro que só vale usar uma cartola de mágico, se houver um bom motivo, dentro do contexto, que permita esta conexão. Do contrário, o tiro pode sair pela culatra.

Ou seja, tendo os cuidados necessários, fazer diferente pode ser um passaporte para atrair uma atenção que nunca seria conferida, se você seguisse a risca os padrões convencionais e as "boas práticas".

No Programa Oratória Persuasiva tratamos da técnica do Contraste com profundidade. Hoje, revendo um trecho do Contragolpe Financeiro, percebi o quão forte isto é em nossas soluções.

Percebi também que fazer diferente é sem dúvidas, uma das coisas que nos torna únicos e por consequência, atraentes. Percebi que fazer diferente é uma importante lição empreendedora.

Uma frase que gostamos bastante na ED é "Seja foda, o mundo está cheio de pessoas nota 7". 
Acredito que estas coisas estão, de certa forma, conectadas.

Seja foda. Seja diferente.
Conte comigo.

Abraços,
Arthur Lemos

__________

Você quer receber a Carta do Fundador Diretamente em seu e-mail?

Clique AQUI e inscreva-se!